Buscar
  • Brasil Bio Fuels

Luz a preço de ouro na terra de Jucá

"Roraima gasta fortunas com geradores emergenciais para fornecimento de energia. A conta é repassada a todos os brasileiros"

Dos Estados mais jovens brasileiros, Roraima, se uniu passou a fazer parte do país a partir da Constituição de 1988. Com uma população menor do que a existente no distrito de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, a produção econômica é equivalente a 0,2%, ficando na lanterna dos estados. A instabilidade no fornecimento de energia sendo recorrentes apagões, nos municípios maiores ao menos três vezes por mês, já nos menores as quedas de energia se estendem por dias. O estado é o único totalmente isolado do Sistema Interligado Nacional de energia elétrica, dependendo da importação na Venezuela ou do fornecimento de usinas térmicas.

Foi lançado o plano de investimento em usinas térmicas e geradores, mas que mesmo assim o estado continua sendo um estado-vaga-lume, pois os novos grupos geradores foram adquiridos em contratos emergenciais e custam milhões e milhões de reais para serem mantidos. A conta é dividida entre todos os brasileiros, o megawatt-hora é cerca de 931 reais, mais que o dobro da tarifa média do sudeste, já a energia das térmicas no estado custa ainda mais, 1.713 reais por megawatt-hora.

A diferença entre o custo de geração e o efetivamente cobrado nas contas de luz é coberto pela CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), fundo que existe para financiar o fornecimento em regiões isoladas ou de baixa renda. Fundo este proveniente de um encargo que é cobrado de todas as contas de energia do país.

A empresa responsável pela distribuição de energia é a Boa Vista Energia, subsidiária da Eletrobras, com divisão dos serviços com a Companhia Energética de Roraima (CERR), cuja concessão de funcionamento foi cassada no ano passado, pelo alto volume de dívidas. E foram a Boa Vista Energia e a CERR que contrataram as empresas escolhidas para fornecer os geradores quando essa escolha deveria ser feita pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) através de certames transparentes.

Adaptado da Veja - 04/11/2017

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Audiência pública Amazonbio

AMAZONBIO estará em audiência pública do dia 17/03 a 17/04, referente ao projeto RENOVABIO, para emissão e comercialização de CBios. Logo após esta etapa aguardará a devida homologação da ANP para i

Siga-nos

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn - círculo cinza

(11) 2770-2000

Rua Bela Cintra, 904 – 6º Andar

CEP 01415-002

Consolação - São Paulo/SP

contatos@bbfuels.com.br

BRASIL BIO FUELS © 2020 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS